Digite seu e-mail para receber nossos informativos:
Imprensa > Release > Evento no CIESP Sorocaba abordou inovação tecnológica nas indústrias

Release

Evento no CIESP Sorocaba abordou inovação tecnológica nas indústrias25/09/2014 Palestra informou sobre os benefícios de utilizar ferramentas matemáticas no setor produtivo



O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), regional Sorocaba, por meio de seu Departamento de Tecnologia, em parceria com o Departamento de Inovação e Tecnologia da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, a empresa ZF do Brasil, o Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) e o Instituto Fraunhofer, promoveu no dia 16 de setembro, a palestra “Inovação e Matemática”. O evento reuniu empresários e profissionais que trabalham na área de tecnologia nas indústrias de Sorocaba e região. Também estiveram presentes o diretor titular do CIESP Sorocaba, Antonio Roberto Beldi, o 2º vice-diretor do CIESP Sorocaba, Mário Tanigawa, o coordenador do Departamento de Tecnologia do CIESP Sorocaba, Marcos Carneiro da Silva, o gerente do Departamento de Inovação e Tecnologia do CIESP, Romeu Grandinetti, entre outras autoridades.

O evento teve o objetivo de informar sobre soluções matemáticas aplicadas à indústria, visando a inovação e mostrar os benefícios em se aproveitar as ciências matemáticas nos ramos da computação, logística, tecnologia, entre outras áreas da indústria brasileira.

Durante a palestra, a ZF América do Sul apresentou uma visão geral dos impactos do Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto), um programa do Governo Federal que estimula o investimento da indústria automotiva na produção nacional.

Segundo Michel Haddad, responsável pela área de processos administrativos da ZF América do Sul, o Inovar-Auto está sendo pontualmente benéfico para as montadoras, porém não trata diretamente os desafios estruturais que dificultam o aumento da competitividade dos demais agentes da cadeia de suprimentos. “Principalmente as indústrias de médio e pequeno porte, têm o grande desafio de aumentar, com urgência, sua competitividade. A matemática como forma de instrumentalização de boas práticas inovadoras de gestão pode ser um importante diferencial competitivo em todos os setores”, comenta.

As oportunidades e soluções da matemática aplicada à indústria foram apresentadas pelo Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), que tem sua sede dentro do Instituto de Ciências e Matemáticas e de Computação, na USP, em São Carlos, e pelo Centro de Pesquisa para a Matemática Industrial Fraunhofer, com sede na cidade de Gothenburgh, na Suécia, fundada em 2001 pela sociedade alemã Fraunhofer e pela Universidade Chalmers.

De acordo com José Cuminato, do CeMEAI, o intuito foi de informar sobre os trabalhos desenvolvidos no Centro de Tecnologia e abordar o uso de tecnologias nas empresas e indústrias. “O Centro de Tecnologia da USP tem o objetivo de contribuir com as inovações tecnológicas utilizando a matemática, desenvolvendo projetos e treinamentos para maior eficiência mercadológica”, afirma.

O Centro de Pesquisa para a Matemática Industrial Fraunhofer foi representado por Stefan Jakobsson, que fez uma explanação sobre os trabalhos desenvolvidos no instituto e as tecnologias que são aplicadas nas indústrias, entre elas, a automobilística.

Segundo explica Jakobsson, o centro colabora com as indústrias do ramo automobilístico, como por exemplo, a Volvo. “Estamos trazendo esse projeto para o Brasil e esperamos fazer muitos contatos para desenvolver projetos similares”, ressalta.

Jakobsson também revelou que o Centro de Pesquisa para a Matemática Industrial Fraunhofer está interessado em colaborar futuramente com projetos na indústria brasileira para desenvolver novas tecnologias aplicadas à matemática.

Para a diretora do Departamento de Inovação e Tecnologia da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK-SP), Sofhia Harbs, a Câmara, em parceria com o Centro de Pesquisa para a Matemática Industrial Fraunhofer, a ZF América do Sul E O CIESP, optaram por fazer o evento em Sorocaba por detectarem o potencial da região, uma vez que há indústrias solidificadas com alta produção. “O evento proporcionou contato entre os profissionais e os convidados, isso é benéfico para o desenvolvimento tecnológico na região”, diz.

O diretor titular do CIESP Sorocaba, Antonio Roberto Beldi, concluiu lembrando os participantes sobre o papel fundamental que a inovação tecnológica por meio da matemática tem para o desenvolvimento industrial local. “Essa parceria entre o CIESP Sorocaba e a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK-SP) está sendo muito importante para apresentarmos aos nossos associados projetos inovadores que podem trazer mais competitividade às indústrias da nossa região”, finaliza.

Outras informações sobre o CIESP Sorocaba e a respeito da parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha de São Paulo (AHK-SP), acesse www.ciespsorocaba.com.br.