Digite seu e-mail para receber nossos informativos:
Imprensa > Release > PREFEITO MANGA APRESENTA BALANÇO DOS PRIMEIROS 100 DIAS DE GOVERNO EM REUNIÃO PLENÁRIA DO CIESP SOROCABA

Release

PREFEITO MANGA APRESENTA BALANÇO DOS PRIMEIROS 100 DIAS DE GOVERNO EM REUNIÃO PLENÁRIA DO CIESP SOROCABA26/03/2021

A Regional Sorocaba do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) realizou, na manhã da última segunda-feira (22), uma reunião plenária on-line com a participação de cerca de 70 empresários e de autoridades locais, entre elas o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de Sorocaba, Robson Coivo; o presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba e diretor licenciado do CIESP Sorocaba , Nelson Cancellara; o diretor titular do CIESP Sorocaba, Erly Domingues de Syllos; o 1º vice diretor do CIESP Sorocaba, Mario Tanigawa; a secretária de Planejamento e Desenvolvimento de Votorantim, Mirian Zacarelli; o presidente da Associação Comercial de Sorocaba, Sérgio Reze, além de representantes do SESI, SENAI, SEBRAE, entre outras entidades.

Na ocasião, Manga fez uma apresentação dos primeiros 100 dias de seu governo, que foram destacados por um ritmo de trabalho dinâmico, visando recolocar Sorocaba nos trilhos do desenvolvimento, que será a marca do governo municipal pelos próximos quatro anos. “Estamos vivendo um momento delicado no Brasil e no mundo com a questão da pandemia e todos os nossos esforços tem sido no sentido de garantir o atendimento da população. Em paralelo, estamos buscando mostrar um governo ágil e que quer trazer o desenvolvimento para a cidade. É importante ressaltar que nosso slogan é cidade humanizada e inovadora, onde procuramos trazer a tecnologia para dentro da prefeitura, facilitando todos os processos. Entendemos a importância que a indústria tem na nossa cidade e nosso foco principal é trabalhar em parceria. O poder público deve ser um facilitador para trazer o desenvolvimento e prover aquilo que a indústria precisa, seja na área de segurança ou em qualquer outra área, mas a expertise está com vocês”, destacou o prefeito.

Segundo Manga, ao assumir a gestão, ele encontrou desafios em todas as áreas da administração pública, além de um cenário complexo de pandemia e a necessidade de recolocar Sorocaba na rota do crescimento. “A pandemia só agravou toda situação política que já existia na cidade. Viemos de um período de quatro anos de muita instabilidade, que causou uma série de insegurança. Nossos esforços são para criar uma estabilidade e um momento favorável de atração de novas empresas, para que Sorocaba volte a crescer. Por isso, estamos trabalhando incansavelmente em favor da população, passando essa segurança de que o governo municipal está preocupado com a pandemia, com a questão da indústria, com o relacionamento harmônico, com os governos estadual e federal e com parcerias com a iniciativa privada. Nosso partido é Sorocaba e o momento, agora, é de agregar todas as forças”, frisou o gestor.

De acordo com o prefeito, além do trabalho realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e pelo Parque Tecnológico de Sorocaba, foi criado um Centro de Aceleração do Crescimento (CAD), que visa buscar recursos dos governos estadual e federal, além de fazer parcerias com a iniciativa privada. “Várias ações que realizamos no início deste mandato de melhorias nos bairros, por meio do Programa ‘Sorocaba Linda de Verdade’, foram realizadas em parceria com a iniciativa privada. Temos uma referência em Sorocaba, antes da gestão do Renato Amary e depois dele. Não queremos perder essa essência da cidade ser bonita e, por isso, iniciamos uma série de ações em bairros, como Vila Helena, Parque São Bento, Vila Barão, entre outros, recuperando praças e outros pontos importantes. Já empenhamos seis milhões de reais nesta ação, porque entendemos que a cidade bem cuidada atrai investidores. Iniciamos, também com o apoio da iniciativa privada, a revitalização do nosso zoológico”.

Saúde

Na área da saúde, o prefeito salientou que várias ações têm sido possíveis devido à alteração de um decreto que facilita e desburocratiza a participação da iniciativa privada nas ações do governo. “Algo que gerou muita polêmica, na última semana, foi o fato de Sorocaba passar a distribuir os medicamentos para o tratamento precoce. O custo inicial para fazer a aquisição da Azitromicina e Ivermectina era de R$60 mil, mas hoje recebemos um distribuidor que fará a doação desses medicamentos. Então, esse tratamento não terá nenhum custo para o município de Sorocaba”, observou.

Além disso, o prefeito lembrou que Sorocaba teve o número de leitos ampliado em 120% desde o início de sua gestão. “No início do ano, quando assumimos, a cidade estava com 100% dos leitos ocupados. Fizemos uma parceria com a Santa Casa e outras instituições para rapidamente criarmos leitos de UTI e também voltamos a discutir a criação do hospital municipal, por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Estamos trabalhando também na descentralização do SAMU, buscando mais eficiência no atendimento da população. Conseguimos participar da primeira entrega de vacinas e este tema é bastante importante, pois nosso maior objetivo, agora, é a aquisição da vacina para garantir a imunização em massa dos sorocabanos, pois, além de preservar vidas e atender aos anseios da população, automaticamente estimula a economia da cidade que poderá andar em paralelo”, ressaltou Manga.

Visando à aquisição de, pelo menos, 300 mil doses de vacinas , o prefeito já assinou protocolo de intenções com quatro diferentes laboratórios e lançou uma campanha de arrecadação para o fundo municipal de saúde, para a aquisição de vacinas e de outros recursos para o enfrentamento do coronavírus.

Habitação

De acordo com Manga, o programa carro-chefe de seu governo na área de habitação é o Casa Nova Sorocaba, que visa atender aquelas pessoas que hoje pagam aluguel. “Essas famílias vão poder adquirir um imóvel, pagando uma prestação menor que o valor do aluguel. Já estamos na fase final de lançamento de três empreendimentos, de um total de 40. A prefeitura vai ceder o terreno e as construtoras locais farão as obras. Dessa forma, temos um aquecimento do mercado imobiliário, valorizando as empresas locais e atendendo a população na realização do sonho da casa própria”, afirmou o prefeito que também destacou o lançamento do programa Casa Digna Sorocaba, que fará a regulamentação de 50 mil casas, também em parceria com o governo estadual.

Mobilidade e Transporte

Na questão do transporte público, segundo Manga, Sorocaba está indo na contramão de muitos municípios, aumentando o número de ônibus em horários de pico. “Esta semana, ainda, teremos mais dez ônibus nas ruas e vamos receber 50 novos ônibus com wi-fi, ar-condicionado, entrada USB e com tecido antiviral. Estamos trabalhando também com os motoristas de aplicativo destinando vagas exclusivas em alguns pontos da cidade, que era uma reivindicação antiga”, explicou.

Cidadania

Na pasta da Cidadania, a prefeitura de Sorocaba lançou a campanha #AFOMENAOEFAKE, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade (FSS), a Arquidiocese de Sorocaba e todas as demais denominações religiosas. A campanha visa arrecadar cestas básicas para a população em situação de vulnerabilidade social.

Segundo o diretor titular do CIESP Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, as entidades do sistema S (FIESP, SENAI, SESI E CIESP) também estão desenvolvendo uma campanha de arrecadação de alimentos, que será encabeçada pelo SESI. “Sorocaba é uma cidade muito solidária. Nos governos anteriores faltou um pouco desse alinhamento, por isso essa nossa reunião é muito importante para podermos unir forças. Precisamos ter essa interlocução com o Poder Público e o prefeito Manga está abrindo esse canal”, disse Syllos.

O diretor do SESI Sorocaba e Votorantim, Julio Cesar Martins, explicou que o SESI será um polo de arrecadação e distribuição da campanha de alimentos da indústria. “Essa ação será feita em parceria com ONGs de nossa cidade e com o Fundo Social de Solidariedade, para que possamos amenizar o sofrimento das pessoas que estão passando necessidade. As empresas que quiserem participar podem entrar em contato como o SESI, que vamos buscar as doações”, explicou Martins.

Desenvolvimento Econômico

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Robson Coivo, também fez uma apresentação das ações de sua pasta e destacou os três pilares de ação: atração, fomento e manutenção de empresas. “Na questão do desenvolvimento e atração de empresas, temos hoje uma Lei de Incentivo Fiscal muito consistente, contemplando as empresas já estabelecidas na cidade e aquelas que desejam se instalar aqui”, observou Coivo.

O secretário também destacou o cooperativismo e associativismo que é desenvolvido na cidade por meio dos APLs (Arranjos Produtos Locais). “Hoje, temos três APLs: do setor Metal Mecânico, das Micro Cervejarias Artesanais e do setor Aeronáutico. Além disso, temos uma política de atendimento especializado por meio do Comitê de Análise Técnica a Grandes Empreendimentos, que realiza a análise dos pedidos de instalação e de ampliação de empresas de projetos considerados especiais”, explicou.

Durante o encontro, o presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Nelson Cancellara, fez uma apresentação da estrutura e das atividades programadas. “Estamos trabalhando para resgatar a essência do Parque Tecnológico de Sorocaba, que é ser um ambiente de inovação e de empreendedorismo. Recentemente, fizemos o lançamento da primeira Escola de Economia Criativa do Estado de São Paulo, visando oferecer cursos para que os empreendedores locais possam adquirir novos conhecimentos e ferramentas para trabalhar na área da economia criativa. Além disso, estamos negociando com novas empresas e universidades que devem se instalar no Parque nos próximos meses”, destacou Cancellara.

Encerrando a reunião, o diretor titular do CIESP Sorocaba celebrou a nova visão da Prefeitura de Sorocaba e a união do setor produtivo com o poder público. “É muito importante a participação das entidades para mostrar o que cada setor pode contribuir com a cidade e como podemos trabalhar em conjunto. A secretaria de Desenvolvimento Econômico tem um grande desafio de trazer novas empresas de tecnologia para nossa cidade, assim como a Inova e o Parque Tecnológico de trabalhar com o CET 4.0. Essa união do setor acadêmico, do setor produtivo e do setor público é o que fará a grande diferença para os próximos anos”, concluiu Syllos.
Para acessar as apresentações feitas durante a reunião plenária, basta acessar o link: http://www.ciespsorocaba.com.br/documentos/plenaria/REUNIAO-PLENARIAMAR21.zip.


Sobre o CIESP

O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) é uma entidade civil sem fins lucrativos que reúne indústrias e empresas parceiras contribuintes que atendem o segmento industrial. Com cerca de 10 mil empresas associadas e uma sede central na Avenida Paulista, na capital do Estado, a entidade possui 42 Diretorias Regionais, formando uma sólida estrutura a serviço dos interesses do setor.
A Regional Sorocaba, que em 2020 completou 70 anos, foi fundada por um grupo de industriais com o objetivo de trabalhar pelo fortalecimento da indústria regional. Tornou-se um agente de articulação política, contribuindo para a atração de novos investimentos para a região, além de prestar serviços, fomentar a geração de negócios e desenvolver estudos e pesquisas.

A entidade oferece assessoria nas áreas jurídico-consultiva e técnica, econômica, de comércio exterior, infraestrutura, tecnologia industrial, responsabilidade social, desenvolvimento sustentável (meio ambiente), salas de crédito, rodadas e eventos de negócios, além de diversos convênios e um posto de atendimento do BNDES, realizando também a emissão de Certificado de Origem e Certificação Digital.

A área de atuação da Regional Sorocaba envolve 48 municípios e está dividida em cinco sub-regionais: Apiaí, Itapetininga, Itapeva, Piedade e Tatuí. A sede do CIESP fica na Avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, 3260, Alto da Boa Vista. Outras informações pelo telefone (15) 4009-2900 ou pelo site www.ciespsorocaba.com.br.

Informações para a imprensa:
Vergili Press Office Comunicação Integrada
Diretora executiva:
Carla Acquaviva - (15) 99760.4004
www.vpocomunicacacao.com.br