Digite seu e-mail para receber nossos informativos:
Imprensa > Release > Defesa no comércio exterior e negociações internacionais foram tema de debate no Ciesp Sorocaba

Release

Defesa no comércio exterior e negociações internacionais foram tema de debate no Ciesp Sorocaba11/12/2017 O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, Regional Sorocaba, por meio do seu Núcleo de Comércio Exterior, promoveu no dia 28 de novembro, um encontro para abordar temas de interesse de empresas exportadoras.


Da esquerda para direita - Ecidir Silvestre, Bruno Youssef e Vinicius Neves dos Santos.


No evento, o coordenador de Defesa Comercial do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (DEREX) da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Bruno Youssef, traçou um panorama sobre a modernização do Sistema Brasileiro de Defesa Comercial. “Os instrumentos de defesa comercial, como direitos antidumping, medidas compensatórias e salvaguardas, tem o objetivo de resguardar a indústria nacional de distorções do comércio internacional e assegurar uma competição justa entre produtores locais e estrangeiros”, explicou Youssef.

O palestrante explanou sobre a forma de apuração da margem de dumping, que é a diferença entre o preço doméstico e o preço de exportação de um produto, tendo em vista que a chegada de uma mercadoria a um terceiro país com preço inferior ao praticado no mercado de origem pode causar dano às empresas produtoras daquele país importador.

Youssef abordou ainda como superar barreiras técnicas, sanitárias e fitossanitárias. “É necessário identificar quais são as exigências e como elas impactam o negócio da empresa. No entanto, deve ser feita também uma análise se aquela medida está de acordo com as regras internacionais de comércio e identificar o fórum adequado para tratar ou diminuir seus impactos”, concluiu.

Na segunda parte do evento, o analista de Negociações Internacionais do DEREX, Vinicius Neves dos Santos, abordou a importância dos Acordos de Comércio, que proporcionam estabilidade e previsibilidade para as negociações, vantagem competitiva, maior acesso à tecnologia e bens de capital, intercâmbio de pessoas, capitais e negócios, entre outras.

“Além do Mercosul e do Aladi (Associação Latino-Americana de Integração), o Brasil possui acordo extrarregionais com o Egito, Israel, Índia e com a União Aduaneira da África Austral, também conhecida pela sigla em inglês SACU (Southern Africa Customs Union), que e uma união aduaneira de cinco países: África do Sul, Botswana, Lesoto, Suazilândia e Namíbia”, explicou.

Para Santos, o Brasil está tendo uma retomada no comércio exterior alavancada não somente pelo agronegócio, mas também pela indústria. “O Brasil terá este ano um superávit recorde da ordem de 65 milhões de dólares. As importações devem crescer de forma mais estável a partir do ano que vem, com a retomada da economia. Se o câmbio se comportar bem e se não houver nenhum choque externo, nos próximos anos o comércio exterior brasileiro deve manter níveis normais de crescimento”, observou.

Para os próximos anos, segundo o analista, as perspectivas de crescimento estão em mercados naturais para o Brasil, como o Mercosul, Aladi e os Estados Unidos. “Há também negociações em andamento para um acordo com o mercado europeu. Ainda não sabemos quando será sua entrada em vigor, mas é um mercado que em 2016 movimentou US$ 64,4 bilhões em comércio bilateral”, concluiu.

Para o coordenador do Núcleo de Comércio Exterior do Ciesp Sorocaba, Ecidir Silvestre, eventos como este são importantes para troca de informações entre as empresas e identificação de novas oportunidades. “Ambos os temas são extremamente relevantes e ampliaram os horizontes dos profissionais da área”, destacou.

Os palestrantes destacaram ainda as informações sobre o setor que são disponibilizadas pela Fiesp por meio de guias, relatórios e notas técnicas. As publicações podem ser acessadas no site www.fiesp.com.br/?temas=internacional.

Acompanhe a agenda e o cronograma de atividades do Ciesp Sorocaba pelo site www.ciespsorocaba.com.br.

Informações para a imprensa:
Press Office Comunicação Integrada
Carla Acquaviva – Diretora Executiva
Tel: (15) 3033-1404 / 99760-4004